As Empresas que Mais Crescem
A Ultrapar ascende ao pódio

I - Resultados da Pesquisa


Campeãs de Crescimento: 9 Anos
                                                                           
                                                          Yield: 23/08/13  
                                                                           
     FIRMA         CRESCIMENTO  YIELD  RETORNO NO    RETORNO S/  DIV.LIQ/  
                  REAL DE LUCRO       INVESTIMENTO   PAT. LIQ.   PAT.LIQ.  
                    % AO ANO^      %    % AO ANO         %          %      
  -----------------------------------------------------------------------  
  EQUATORIAL          10.9       2.4      13.3         19.2        40      
  GRENDENE            12.4       4.5      16.9         17.5       -40      
  ITAUUNIBANCO         6.1       3.6       9.7         19.3         -      
  LOCALIZA             7.7       1.2       8.9         24.6        90      
  LOJAS RENNER        12.8       1.8      14.6         24.1        40      
  M DIAS BRANCO       16.4       1.3      17.7         16.3       -10      
  RAIADROGASIL        30.9       0.7      31.6         10.5        10      
  TRAN PAULISTA        9.6       4.7      14.3         15.8        10      
  ULTRAPAR            14.1       2.1      16.2         14.0        30      
  -----------------------------------------------------------------------  
  MÉDIA               13.4       2.5      15.9         17.9         -      

^ Crescimento de Lucro > 6% aa  * Novos componentes  
 


Maiores Taxas de Crescimento Histórico de Lucro: 9 Anos
                                                                           
                                                          Yield: 04/08/17  
                                                                           
     FIRMA         CRESCIMENTO  YIELD  RETORNO NO    RETORNO S/  DIV.LIQ/  
                  REAL DE LUCRO       INVESTIMENTO   PAT. LIQ.   PAT.LIQ.  
                    % AO ANO^     %     % AO ANO         %          %      
  -----------------------------------------------------------------------  
  AMBEV               13.3       2.6      15.9         24.2        10      
  CIA HERING          26.7       3.3      30.0         33.2       -10      
  EQUATORIAL          10.9       2.4      13.3         19.2        40      
  GRAZZIOTIN           8.1       3.6      11.7         14.2       -30      
  GRENDENE            12.4       4.5      16.9         17.5       -40      
  ITAUUNIBANCO         6.1       3.6       9.7         19.3        00      
  LOCALIZA             7.7       1.2       8.9         24.6        90      
  LOJAS RENNER        12.8       1.8      14.6         24.1        40      
  M DIAS BRANCO       16.4       1.3      17.7         16.3       -10      
  ODONTOPREV          18.5       4.9      23.4         34.7       -60      
  RAIADROGASIL        30.9       0.7      31.6         10.5        10      
  TOTVS               21.7       1.4      23.1         17.2        40      
  TRAN PAULISTA        9.6       4.7      14.3         15.8        10      
  ULTRAPAR            14.1       2.1      16.2         14.0        30      
  -----------------------------------------------------------------------  
  MÉDIA               14.9       2.7      17.7         20.3         -      

^ Crescimento de Lucro > 6% aa  * Novos componentes  
 


Maiores Taxas de Crescimento Histórico de Lucro: 5 Anos
Yield: 04/08/13 FIRMA CRESCIMENTO YIELD RETORNO NO RETORNO S/ DIV.LIQ/ REAL DE LUCRO INVESTIMENTO PAT. LIQ. PAT.LIQ. % AO ANO^ % % AO ANO % % ----------------------------------------------------------------------- CIELO 8.5 3.5 12.0 102.0 60 EQUATORIAL 22.8 2.4 25.2 16.0 40 ESTACIO PART 34.1 3.3 37.4 15.2 20 GRENDENE 6.4 4.5 10.9 20.1 -40 ITAUSA 8.5 4.4 12.9 16.8 - ITAUUNIBANCO 7.0 3.6 10.6 14.9 - LOCALIZA 6.8 1.2 8.0 22.8 90 LOJAS RENNER 7.9 1.8 9.7 26.5 40 M DIAS BRANCO 6.3 1.3 7.6 19.0 -10 RAIADROGASIL 25.3 0.7 26.0 10.3 10 SANEPAR 18.8 4.4 23.2 11.3 40 TRAN PAULISTA 9.0 4.7 13.7 17.4 10 ULTRAPAR 8.7 2.1 10.8 16.1 30 WEG 7.1 1.9 9.0 17.3 20 ----------------------------------------------------------------------- MÉDIA 12.7 2.8 15.5 23.3 - ^ Crescimento de Lucro > 6% aa * Novos componentes # Alto yield se deve ao lucro não recorrente

Descrição das Colunas:

CRESCIMENTO REAL DE LUCRO: taxa média geométrica anual de crescimento ao longo do período
YIELD: yield atual de dividendo
RETORNO NO INVESTIMENTO: teórico retorno real anual no futuro gerado por investimento na empresa ao preço atual
RETORNO S/PAT. LÍQ: média do retorno anual sobre patrimônio líquido (do fim do ano) ao longo do período
DIV.LIQ/PAT.LIQ: dívida liquida como porcentagem de patrimônio líquido no fim do último ano

II - Descrição da Pesquisa

Crescimento > 6% aa reais

Partindo de dados registrados desde 2005 em nossa base de 110 empresas identificamos as firmas que apresentam taxas de crescimento sustentáveis de lucro acima de 6% aa, em termos reais. Devido à sistemática adotada (ver III - Notas) os resultados abrangem um período efetivo de 9 anos. Para reduzir a possibilidade que o crescimento medido seja transitório pesquisamos também um período mais recente de 5 anos.

Nos dois períodos, para limitar distorções provocadas ou por recuperação a partir de períodos de resultados fracos, ou por forte melhora de margem, ou ainda por dados incompletos, exigimos 12 anos de resultados positivos e - com a exceção de instituições financeiras - expansão de receitas de mais de 6% aa. Finalmente, só consideramos empresas cujas ações são negociadas diariamente.

O resultado final é a lista das "Campeãs de Crescimento" composta das empresas que passam por todos os filtros.

Apesar das precauções uma taxa elevada de crescimento pode ser resultado tanto de lucros atipicamente altos no fim da série quanto de lucros atipicamente baixos nos anos iniciais . É por isso que listamos as empresas em ordem alfabética em vez de estabelecer um ranking.

Indicador de potencial

Em seguida simulamos o Retorno no Investimento nas ações das empresas na hipótese de seu crescimento continuar inalterado no futuro.

Na simulação adotamos a premissa que crescimento do dividendo sempre acompanha o crescimento do lucro e que o yield de dividendo permanece constante. Isso permite a utilização da Fórmula de Gordon que define o retorno, com certas restrições, como a soma do yield de dividendo e o crescimento futuro do dividendo (ver III - Notas).

Supondo a manutenção nos próximos anos do contexto operacional do período passado pesquisado o Retorno no Investimento fornece um possível indicador do potencial da empresa como geradora futura de lucro.

Apresentamos também o retorno sobre patrimônio líquido médio durante os períodos pesquisados e a dívida líquida como porcentagem do patrimônio líquido no fim de 2016.

III - Comentários sobre Resultados

Os benefícios do crescimento

Por que crescimento de lucro interessa? A média de 15,9% do Retorno no Investimento da tabela Campeãs de Crescimento: 9 Anos dá uma idéia. Mantida essa cifra durante os 8 anos de crescimento da pesqisa (o primeiro dos 9 anos é o ponto de partida do cálculo), o lucro inicial é multiplicado em 3,2 vezes, um retorno total de 220% ao longo de 8 anos. No evento do P/L da ação permanecer inalterado durante o período essa multiplicação de lucro será transferida para o preço da ação.

Na prática o crescimento excepcional de uma campeã será normalmente recompensado em forma de um aumento no P/L (isto é: um preço maior para o mesmo lucro) que alavancará o retorno obtido.

As Campeãs

A tabela Campeãs de Crescimento: 9 anos contém 9 empresas, mas somente três delas - Localiza, Tran Paulista e Ultrapar - fizeram parte das campeãs da última análise, de 23/08/13. Das 7 empresas que saíram, as cíclicas Cyrela Realty, Duratex e Vale foram abatidas pela recessão enquanto a Natura, com modelo de negócio aparentemente ultrapassado, sofreu perda de competitividade. Acreditamos que a saída do Bradesco, atualmente ocupado com a incorporação do HSBC, seja pontual.

É necessário uma análise mais profunda para entender a desaceleração do Banco do Brasil e o colapso da lucratividade da Lojas Americanas.

Faz sentido que 4 dos 6 novos membros - Grendene, Lojas Renner, M Dias Branco e Raiadrogasil - pertencem a setores do varejo popular, áreas mais resistentes à recessão. Beneficiário de um oligopólio bancário, consideramos o Itauunibanco - como o Bradesco - membro semi-permanente do time das campeãs. Acreditamos que o sexto novo membro, Equatorial, só não entrou na lista antes devido ao histórico de dados incompleto.

Com o sumiço (temporário?) do Bradesco é a Ultrapar que assume a liderança do campeonato multianual. A principal atividade da empresa é a distribuição de combustíveis, com operações menores em especialidades químicas, armazenamento de graneis líquidos e o varejo farmaceútico. Devido à insuficiência de dados a Ultrapar só não entrou no levantamento de 13/05/08, o primeiro efetuado. É interessante observar que nunca analisamos essa empresa, sempre achando que não oferecia desconto. Agora fica clara a razão!

Yield como medida de valorização

Mais uma vez usamos o yield para tentar identificar as ações menos valorizadas do grupo. Supondo que as verdadeiras taxas de crescimento sustentáveis do grupo ficassem na mesma faixa - é praticamente impossível manter uma taxa de expansão real acima de 15% aa durante muitos anos - um yield baixo sugere valorização excessiva.

Desta perspectiva as ações de Grendene, Itauunibanco e Tran Paulista, com yield de 3,6% ou mais, parecem as menos valorizadas enquanto Localiza, M Dias Brancas e Raiadrogasil, com yield igual ou abaixo de 1,3%, parecem as mais valorizadas.

Empresas a caminho

Entre as empresas a caminho do clube das campeãs a Cielo, a Estácio (se não foi absorvida por outra empresa) e, surpreendentemente, a Sanepar, parecem os candidatos mais fortes. As três fazem parte do grupo das empresas que mais cresce nas pesquisas de 5 anos e de 7 anos (não exibida). Devido à insuficiência de dados a Cielo e a Estácio não foram consideradas na pesquisa de 9 anos.

IV - Notas

Nota sobre a Fórmula

A fórmula, às vezes chamada da "Fórmula de Gordon", é válida somente se o yield de dividendo permanecer inalterado até a venda da ação. Parece uma limitação séria mas não é. Se, na data da venda, o yield for menor que o yield adotado na fórmula, isso significa que o retorno foi maior que inicialmente previsto. Em outras palavras, neste caso a fórmula estabelece um retorno mínimo.

Uma redução no yield prejudica o cálculo porque significa um retorno abaixo do previsto. Mas os acadêmicos nos asseguram que, ao longo de um período de 8-10 anos, são necessários desvios substanciais do yield de dividendo adotado para afetar seriamente o retorno previsto.

Nota sobre a Pesquisa

Para calcular o crescimento usamos as duas pontas das séries, calculando as médias dos lucros dos três primeiros e três últimos anos. Assim, para obter um período de 9 anos pesquisamos 12 anos (2005-2016) e para obter um período de 5 anos pesquisamos 8 anos (2009-2016).

04/08/17

Primeira Página